Tempo Real


Prefeitura oferece curso de Pirografia em BM

Há um mês, cerca de 150 pessoas estão tendo a oportunidade de aprender um ofício novo. É que elas fazem parte da primeira turma do curso de Pirografia - arte de gravar em diversos materiais através do fogo. A formação é oferecida gratuitamente pela Prefeitura de Barra Mansa, através da Secretaria de Promoção Social, nos Centros de Referência em Assistência Social (Cras) do município.

Segundo o artesão e professor de pirografia, Williams de Souza, o Will, o objetivo inicial do curso é capacitar os jovens, evitando que eles fiquem ociosos no tempo fora da escola. “O curso foi implantado com intuito de tirar os adolescentes das ruas, uma vez que fora do horário escolar eles acabam ficando ociosos. Mas, a repercussão do curso foi tão grande que muitas pessoas procuraram os Centros de Referência para se capacitarem. A formação é ministrada para alunos com idade a partir de 14 anos, mas temos alunos com mais de 60 anos”, comenta Williams, ao informar que qualquer pessoa pode aprender a arte de pirografar, pois o curso é fácil e as aulas são mais práticas do que teóricas.

O curso tem a duração de um ano e é ministrado, de acordo com o funcionamento de cada Cras, de segunda a sexta-feira, das 8 às 11 horas e das 14 às 17 horas. Primeiramente os alunos aprendem a pirografar em caixas em MDF. Depois eles passam para trabalhos mais complexos em madeira, cortiça e couro. Eles saem aptos a confeccionar materiais como porta-chaves, porta-fósforo, porta-caneta, porta-revista, porta-guardanapo, chaveiro, placas informativas e decorativas, quadros, cardápios, entre outros itens. A idéia de alguns estudantes é comprar um pyrographo em comum e montar, daqui a alguns meses, uma cooperativa de trabalho. Ao final, os alunos vão receber certificado de conclusão de curso e será feito uma exposição para mostrar à população os trabalhos desenvolvidos durante a formação.

Os estudantes estão gostando bastante da pirografia como conta a aposentada, de 63 anos, Maria Conceição Silva Lopes. “Fiquei sabendo do curso de pirografia quando participava das oficinas de confecção de bolsas em tecido aqui no Cras. Resolvi fazer o curso e estou gostando muito”, conta ela. Outras alunas que não conheciam a técnica da pirografia e estão adorando as aulas são a auxiliar de secretária Andreia Maria e Silva, de 34 anos, e a estudante do 8º ano do Ensino Fundamental Fernanda Araújo de Souza, de 14 anos. Elas ficaram sabendo do curso através de suas mães que fazem aula de pintura no Centro de Referência.

Os interessados em saber mais sobre o curso podem procurar os Cras dos bairros Paraíso de Cima, Paraíso de Baixo (Vila Natal), Bom Pastor, Getúlio Vargas, Vila Coringa e a sede da Associação de Moradores do bairro Metalúrgico.

Seu nome:
Seu-email:
Nome do amigo:
E–mail do amigo:
 
 
Você economiza água

Sim